COACHING APLICADO A LÍDERES RELIGIOSOS

150 150 Carlos Maciel

Eu posso aplicar o Coaching na minha Igreja ou ministério? O pastor, padre, guru, mestre ou guia deve ser um Líder Coach?

Eu posso aplicar o Coaching na minha Igreja ou ministério? Essa metodologia funciona mesmo? O pastor, padre, guru, mestre ou guia deve ser um Líder Coach? Essas são algumas das perguntas que me fazem frequentemente sobre #Coaching. Antes de responder a estes questionamentos, quero compartilhar alguns conceitos dessa metodologia, que no futuro se tornará um “commodity”, isso mesmo, seus filhos irão aprender Coaching na escola, no ensino primário, ou até mesmo, dentro de casa.

“O Coaching consiste em liberar o potencial de uma pessoa para incrementar ao máximo o seu desempenho. Consiste em ajudar-lhe a aprender em vez de lhe ensinar.”–– John Withmore

“Coaching é uma relação de parceria que revela/liberta o potencial das pessoas de forma a maximizar o desempenho delas. É ajudá-las a aprender ao invés de ensinar algo a elas.” –– Timothy Gallwey

Segundo a Global Coaching Community, Coaching é a parceria entre Coach (profissional) e Coachee (cliente), onde acontece um processo estimulante e criativo que inspira e maximiza o potencial pessoal e profissional do cliente. Coaching é terapia ou psicologia? Não, Coaching não é terapia, psicologia, auto-ajuda, ou aconselhamento. Mas, isso não impede o profissional Coach em acessar essas linhas durante o processo. O coaching usa como base a Psicologia Positiva, que hoje é a ciência mais utilizada no que diz respeito do desenvolvimento do potencial humano. Como eu posso ser um bom líder sem desenvolver minha auto-liderança? E, para isso, o líder precisa de ferramentas que irá ajudá-lo a se conhecer melhor, identificar seus talentos e dos outros.

O objetivo deste artigo é mostrar para pessoas as possibilidades que o Coaching pode trazer para nossas vidas, se usado de maneira estruturada e com uma conduta ética, por ambas as partes: Coach e Coachee. O ano de 2011 foi um que marcou muito minha vida, por dois motivos. Motivo número um: descobri meu propósito de vida quando iniciei minha carreira como professor em cursos de pós-graduação. Motivo número dois: fiz minha primeira formação em Coaching, e pude perceber o quanto essa metodologia deveria atingir o maior número de pessoas possível.

O Coaching me ensinou a não julgar. E como é difícil não julgarmos o outro, concordam? Em Mateus 7:1, diz: “Não julguem, para que vocês não sejam julgados. Pois da mesma forma que julgarem, vocês serão julgados; e a medida que usarem, também será usada para medir vocês”. A verdade é que enxergamos nas pessoas nossas principais fraquezas, e por não aceitar e trabalhar essas fraquezas internamente, as condenamos no outro. Quando não aceitamos as nossas fraquezas e não procuramos melhorar, somos dominados por elas.

Por que o coaching deve ser estudado nas Igrejas? Porque um dos pilares do Coaching é o Ser Humano, mas o Ser Humano em sua essência. E não importa se você é pastor, mestre, padre, guia, guru, a nomenclatura não é relevante, e sim o papel que você, líder, tem nas vidas das pessoas. O Coaching nos ensina a utilizar perguntas poderosas e não dar respostas sempre. Em vez de apontar o dedo e criticar o outro, podemos nos fazer algumas perguntas antes: o que o motivou a ter tal comportamento inadequado? Como eu posso ajudá-lo a lidar com este comportamento ou crença limitante? Quais aprendizados com a dificuldade do outro? Quais atitudes e comportamentos que EU tenho que pode ter influenciado de forma negativa? Bill Hybrells, pastor da Willow Creek, que está entre as dez maiores Igrejas dos Estados Unidos, disse: “Todo pastor precisa de um Coach”. Isso mostra a importância do Líder aprender técnicas e ferramentas que irão auxiliá-los em sua gestão.

O autoconhecimento é importante? No livro de Provérbios 20:5 diz: “Como águas profundas são os propósitos do coração humano; todavia, quem tem discernimento sabe como trazê-los à tona”. O autoconhecimento é a capacidade de perceber nossos pontos fortes, potencializá-los, e trabalhar nossos pontos de melhoria. Conhecer a si mesmo é a melhor maneira de lidar com nossas crenças limitantes e encontrar nosso propósito de vida. E, o que são Crenças Limitantes? São pensamentos, interpretações que você toma pra você como verdadeiros, mas que no fundo são falsas e enganosas, tornando sua vida muito mais difícil. As crenças limitantes podem impedir você de ter saúde, bons relacionamentos, crescimento espiritual e prosperidade.

Veja um passo a passo para ressignificar suas crenças limitantes e alterar pensamentos negativos:

• Descreva o evento ou situação problemática ou difícil.
• Identifique as ideias limitantes ou comportamentos que criam essa situação difícil.
• Quão realista é esta crença?
• Quanto ter esta crença ajuda você?
• Qual seria a nova crença efetiva? Como gostaria de se sentir?
• Essa crença é verdadeira?
• Em que essa nova crença ajuda você?
• Desafie a nova crença, gerando uma oportunidade para si mesmo de enfrentar novamente a situação antes problemática ou difícil.

A verdade é que não existe nada novo. Psicologia positiva, coaching, programação neuro linguística, liderança, e etc… está tudo escrito na Bíblia. Jesus foi o maior Coach e Psicólogo que já existiu, utilizava perguntas e fábulas para gerar reflexão e acessar o pensamento crítico de seus fiéis e os encorajavam a ter um propósito, algo maior que eles mesmos. O que precisamos fazer é combinar as ferramentas existentes hoje, com as leis divinas, sem esquecer da nossa espiritualidade. Isso nos leva ao Florescimento e a vida plena.

Importante ressaltar que o Coaching não tem nada a ver com sua religião, mas com sua a espiritualidade, que pode ser definida como: “propensão humana a buscar significado para a vida por meio de conceitos que transcendem o tangível, a procura de um sentido de conexão com algo maior que si próprio”. Isso é um ser humano com espiritualidade, não está ligado à religião, e sim ao seu propósito de vida. Os pais e líderes do futuro serão aqueles que usarão os ensinamentos da Psicologia Positiva e do Coaching para empoderar seus filhos e liderados a florescer e ter uma vida plena. Pois o potencial do ser humano é ilimitado, e ninguém além de nós mesmos pode nos limitar a fazer algo.

Lembre-se de nunca esquecer que o desenvolvimento do autoconhecimento e a busca pela espiritualidade é algo que devemos fazer todos os dias, incansavelmente. A sua Fé realmente move montanhas. Use-a! Convido você agora a refletir sobre uma passagem na Bíblia, que diz: “Assentando-se, Jesus chamou os Doze e disse: “Se alguém quiser ser o primeiro, será o último, e servo de todos”. –– Marcos 9:35

Carlos Maciel

PROF. CARLOS MACIEL Especialista em Desenvolvimento do Potencial Humano. Pós-graduado em Gestão Comercial pela Fundação Getulio Vargas - FGV e Programa de Extensão Internacional em Finanças pela Indiana State University/Scott College of Business - EUA, graduado em Administração de Empresas pela UNIESP. É professor em cursos de MBAs no Brasil e Professional Coach. Atua há mais de sete anos com treinamento e desenvolvimento de pessoas e criador do programa de capacitação High Performance And Personal Development, ministrado nos Estados Unidos.

All stories by: Carlos Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published.